Home / Região dos Lagos / Trabalhador da Renda Alternativa de Rio das Ostras tenta tirar a própria vida por não poder trabalhar por conta da pandemia

Trabalhador da Renda Alternativa de Rio das Ostras tenta tirar a própria vida por não poder trabalhar por conta da pandemia

Fotos Reprodução

O pipoqueiro e outros vendedores estão impedidos de trabalhar

Um protesto triste e lamentável aconteceu em frente da sede da Prefeitura de Rio das Ostras, na manhã desta quarta-feira, 07/04. Um trabalhador da Renda Alternativa de Rio das Ostras ameaçou tirar sua vida com uma faca, em frente ao prédio. Conhecido no município como Léo Pipoqueiro, ele chegou no portão de acesso principal da sede da Prefeitura para solicitar ajuda do prefeito Marcelino Borba e para continuar trabalhando, pois está impedido de vender pipoca no local que há muitos anos oferece a seus clientes próximo da agência de transporte intermunicipal Viação 1001, no Centro. 

O vendedor Léo Pipoqueiro, que por conta do último Decreto Municipal baixado para combater a pandemia do covid-19, não tem como levar o sustento para casa por não poder trabalhar, bateu o desespero por estar com as contas atrasadas e não ter como sustentar a família, levou o trabalhador a tentar contra sua vida.

Colegas de trabalho do Léo Pipoqueiro pediam insistentemente tranquilidade para que não atentasse contra a sua vida. Logo após muita tenção e nervosismo o trabalhador de renda alternativa desistiu da atentar contra ele próprio. Já no desfecho ele foi amparado pelos bombeiros militares e amigos.

Graças a Deus tudo acabou bem.

Guarnições de Segurança da Prefeitura, Policiais Militares, Bombeiros Militares e ambulâncias foram acionados para preservar a vida do homem, caso acontecesse o pior. 

Com as constantes mudanças neste momento e com a bandeira roxa, os trabalhadores autônomos, como os comerciantes estão passando por situações econômicas críticas com essa pandemia.

Fonte: Rio das Ostras Jornal

Origem.