Home / Região dos Lagos / Parque Ecológico Dormitório das Garças passa por obras de revitalização em Cabo Frio, no RJ

Parque Ecológico Dormitório das Garças passa por obras de revitalização em Cabo Frio, no RJ


Trabalho, orçado em R$ 400 mil, deve ser concluído dentro de 90 dias, segundo a Prefeitura. Dormitório das Garças, fechado desde 2012, passa por obras de revitalização em Cabo Frio, no RJ
Prefeitura de Cabo Frio/Divulgação
O Parque Ecológico Municipal Dormitório das Garças, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, está passando por obras de revitalização. As intervenções começaram nesta semana e a previsão é de que o trabalho, orçado em R$ 400 mil, seja concluído em até 90 dias, segundo a Prefeitura.
Na quinta-feira (13), o secretário de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira, esteve no local acompanhar o andamento das obras, que seriam iniciadas na primeira semana de março mas foram antecipadas.
O unidade foi inaugurada em 05 de junho de 2007 e funcionou até 2012, oferecendo atividades de educação ambiental, visita guiada, capacitação de agentes ambientais, entre outros serviços, como explica o secretário.
“Após esse período o Parque foi fechado para visitação pública em virtude de sucessivos episódios de queimadas na sua estrutura física, tendo passado por pequenas reformas sem ter voltado efetivamente ao pleno uso público. Com a obra esperamos devolver à comunidade um importante espaço turístico e de educação ambiental, com grande potencial e importância ambiental para o município e para a região dos lagos”, disse.
A licitação da obra, ainda de acordo com a Prefeitura, inclui a recuperação do pórtico da entrada, a estrutura administrativa, os banheiros, a passarela que liga a entrada do parque até o Canal do Itajuru bem como a extensão da tela de arame ao longo da Avenida Wilson Mendes. O padrão do projeto arquitetônico será mantido.
“O valor da obra está orçado em cerca de R$ 400 mil, oriundos do Fundo Municipal de Meio Ambiente, fruto das multas, taxas de licenciamento ambiental, autos de infração e do estacionamento da praia do Peró”, explicou o município.

Fonte: G1 (Região dos Lagos)

Origem.