Home / Noroeste Fluminense / Chuvas deixaram 20 desalojados em Itaocara

Chuvas deixaram 20 desalojados em Itaocara

Distrito de Portela foi o mais afetado, por conta da cheia do Rio Paraíba do Sul
Transbordamento do Córrego Santo Antônio (Valão do Caeté/Caxias) foi a maior preocupação na Sede (Foto: Divulgação)
   O município de Itaocara segue em estágio de ALERTA MÁXIMO há três dias. Neste sábado (15), o nível do Rio Paraíba do Sul (foto abaixo) baixa lentamente no distrito de Portela e não há mais casas com água, mas ainda há duas inundadas.

   De acordo com a Secretaria de Defesa Civil de Itaocara, 20 pessoas ficaram desalojadas no município, mas a maioria já voltou para casa. Desse total, 15 são moradores de Portela, que tiveram casas invadidas pelo Paraíba do Sul, 02 em Jaguarembé que tiveram a casa invadida pelo Valão da Onça e 03 do Bela Vista, na Sede, que tiveram as casas interditadas por conta de deslizamentos.

   Ao todo, 28 ocorrências foram atendidas. São solicitações para inundação, alagamento, deslizamento e queda de árvores.   

   O pluviômetro do Cemaden, situado no quartel do Corpo de Bombeiros de Itaocara, registrou o acumulado de 94 milímetros. É mais da metade de toda a chuva de fevereiro caindo em menos de seis horas. O resultado foi o transbordamento de vários córregos, aulas suspensas em algumas escolas, ruas alagadas, deslizamentos de terra e queda de árvores.

   Para os próximos dias, o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) prevê pancadas isoladas de chuva e acumulado de 20 milímetros em sete dias, o que é baixo para esta época e poderá ajudar a reduzir o nível dos rios.
Fonte: Folha Itaocarense

Origem.