Home / Região dos Lagos / Primeiro dia de 2020 tem sensação térmica de 46,5 graus; chuva chega ao Rio nesta quinta

Primeiro dia de 2020 tem sensação térmica de 46,5 graus; chuva chega ao Rio nesta quinta

Cariocas lotaram Praia de Copacabana no primeiro
 dia de 2020: sensação térmica chegou a mais de 46 graus,
 mas há previsão de chuva para esta quinta-feira
Estefan Radovicz / Agência O Dia


previsão de pancadas de chuva moderada de forma isolada a partir do final da
manhã, podendo vir com raios e ventos moderados a fortes. A máxima prevista
ainda está alta: 36 graus
Rio
– O primeiro dia de 2020 mostrou a força do verão do Rio, com sensação
térmica chegando a 46,5 graus, temperatura registrada em Santa Cruz, na Zona
Oeste, às 12h30, segundo o Alerta Rio. Entretanto, o forte calor provocará
chuva a partir da tarde desta quinta-feira.
Segundo
o sistema de meteorologia da cidade, a formação de um sistema de baixa pressão
sobre o oceano deixará o tempo instável. O dia terá aumento de nebulosidade,
passando de parcialmente nublado a nublado, e previsão de pancadas de chuva
moderada de forma isolada a partir do final da manhã de hoje, podendo vir
acompanhadas de raios e ventos moderados a fortes. A máxima prevista ainda
está alta: 36 graus.
A
partir de sexta-feira, as temperaturas apresentam ligeira queda, chegando a 33
graus. Há previsão de chuva de forma isolada durante o fim de semana,
permanecendo até a próxima segunda-feira.  
ALERTAS
DE CHUVAS FORTES DA DEFESA CIVIL

Todos os cidadãos devem se cadastrar no serviço de alertas da Defesa Civil via
SMS. Basta enviar o CEP de casa para o nº 40199, por mensagem de texto. É
gratuito.

RECOMENDAÇÕES EM CASOS DE ALAGAMENTOS:
• Redobre a atenção ao dirigir e mantenha os faróis acessos;
• Permaneça em local seguro e evite áreas com alagamentos;
• Não caminhe pelas águas, pois há perigo de correnteza e de ferimentos com
objetos, quedas em buracos sob a água, além de risco de doenças;
• Não fique próximo à beira de córregos e rios;
• Nunca force a passagem de carros em vias alagadas.

RECOMENDAÇÕES EM CASOS DE VENTOS FORTES:
Veja, a seguir, as recomendações de segurança elaboradas pela Defesa Civil do
Estado (Sedec-RJ) e pelo Corpo de Bombeiros do RJ diante da ocorrência de
rajadas de ventos fortes:

Em casa:
• Feche as janelas, basculantes e portas de armários para evitar canalizações
de ventos no interior de casa. Persianas, cortinas ou blecautes também devem
estar fechados para evitar que estilhaços se espalhem, no caso de alguma janela
quebrar;
• Aparelhos elétricos e registro de gás devem estar fechados. Dessa forma, não
há agravamento em caso de queda de árvore;
• Evite deixar objetos que possam cair em locais altos;
• Mantenha as árvores do jardim ou do quintal sempre podadas e bem cuidadas;
• Fique atento: se houver falta de luz, cuidado com o uso de velas para evitar
incêndios.

Na rua:
• Não se abrigue debaixo de árvores ou de coberturas metálicas;
• Evite a prática de esportes ao ar livre, especialmente, no mar;
• Evite ficar próximo a precipícios, encostas ou lugares altos sem proteção;
• Evite passar sob cabos elétricos, outdoors, andaimes, escadas;
• Não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de
propaganda;
• Não queime lixo, não ateie fogo em terrenos para remover vegetação, não
acenda fogueiras ou jogue bitucas de cigarros em estradas ou terrenos com mata;
• Fique atento: caso haja queda de árvore, é possível que a rede de energia
tenha sido rompida. Nesta situação, há risco de acidentes causados por raios.

Por O Dia

Fonte: Rio das Ostras Jornal

Origem.