Home / Noroeste Fluminense / Filhotes de cães abandonados em manilha são adotados dias após resgate no RJ

Filhotes de cães abandonados em manilha são adotados dias após resgate no RJ


Três cachorros que foram levados para a Guarda Ambiental de Santo Antônio de Pádua já ganharam um novo lar. Filhotes foram adotados após serem resgatados em Santo Antônio de Pádua, no RJ
Guarda Ambiental de Santo Antônio de Pádua e Nauara Mercanti
Três filhotes que foram abandonados dentro de uma manilha de concreto e resgatados por agentes da Guarda Ambiental em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, ganharam um lar nesta semana.
Os cãezinhos, duas fêmeas e um macho, foram resgatados no dia 22 de agosto depois que um agente de endemias encontrou os filhotes e entrou em contato com a guarda.
Bela virou o xodó da família
Nauara Mercanti/Arquivo pessoal
Nauara Mercanti ficou sabendo do abandono dos cães e aproveitou que os filhos sempre pediam para adotar todos os animais que viam na rua para levar uma das fêmeas para casa, que ganhou o nome de Bela.
“Ela virou o xodó da família já, a caçula. Ela é muito boazinha, nós já tínhamos outro cachorrinho e agora um faz companhia por outro. Mas ela fica brava quando ele tenta pegar a comida dela, chega a rosnar”, contou.
Scooby
Filhote adotado em Santo Antônio de Pádua, RJ, ganhou o nome de Scooby
Guarda Ambiental de Santo Antônio de Pádua/Divulgação
Já o macho foi adotado pela família do Jonas e ganhou o nome de Scooby. Ao G1, ele disse que os filhos de 18, 14 e 15 anos estão muito contentes com o novo integrante.
“Ele é mansinho, gosto dele pra caramba. Eu já tinha adotado uma cachorrinha de rua que estava passando fome e quando soube do que tinha acontecido com ele, adotei também”, contou Jonas.
O G1 aguarda informações da Guarda Ambiental sobre a família que adotou a outra fêmea.
Resgate
Filhotes de cachorro abandonados dentro de manilha são resgatados e esperam por um lar
Para o coordenador da guarda, Filipe Ribeiro, todo o caso gerou um turbilhão de sentimentos desde o resgate dos animais, inclusive de insegurança de não conseguir manter os cães na sede da guarda.
“A proporção que tomou gerou comoção de várias pessoas e isso ocasionou a adoção deles, então o último sentimento foi o de gratidão”, afirmou.
Coordenador conta que o sentimento é de gratidão pela adoção dos filhotes
Guarda Ambiental de Santo Antônio de Pádua e Muara Mercanti
* Estagiária sob supervisão de Amaro Mota.
Veja outras notícias da região no G1 Norte Fluminense.

Fonte: G1 (Noroeste Fluminense)

Origem.