Home / Noroeste Fluminense / Petrobras anuncia investimento de US$ 21 bilhões para os próximos cinco anos na Bacia de Campos

Petrobras anuncia investimento de US$ 21 bilhões para os próximos cinco anos na Bacia de Campos


Anúncio foi feito nesta terça-feira (13), quando a estatal completa 42 anos de produção na bacia. O investimento será aplicado em 70 projetos de desenvolvimento complementares e na revitalização do campo de Marlin. Investimentos serão aplicados em 70 projetos de desenvolvimento complementares e na revitalização do campo de Marlin
Divulgação Petrobras
A Petrobras anunciou nesta terça-feira (13), ao completar 42 anos do início da produção na Bacia de Campos, que vai investir cerca de US$ 21 bilhões nos próximos cinco anos. A expectativa é de revitalização da região.
De acordo com a estatal, o investimento será aplicado em 70 projetos de desenvolvimento complementares e na revitalização do campo de Marlin.
Segundo a Petrobras, parcerias vem sendo feitas para a renovação da bacia através do aumento do fator de recuperação. Metodologias, ferramentas e tecnologias avançadas vêm sendo usadas para reduzir do declínio e aumentar a eficiência de produção.
“Apesar do longo período em produção, a Bacia de Campos continua com papel importante para a Companhia, com uma produção atual de cerca de 1 milhão de barris de óleo e gás por dia”, informou.
Quadro enviado pela Petrobras mostra a revitalização da Bacia de Campos
Divulgação/Petrobras
A Petrobras informou que recentes investimentos foram efetuados para a implantação do FPSO Campos dos Goytacazes, sistema definitivo de produção no Campo de Tartaruga Verde que ainda está em fase de ramp-up.
Esses investimentos terão continuidade com os programas de revitalização em Marlim e Albacora, projetos complementares e projetos de manutenção da produção, segundo a Petrobras.
A companhia informou também que adquiriu novas áreas exploratórias e realizou novas descobertas no pré-sal da Bacia de Campos.
Sobre os 42 anos da Bacia de Campos
Na foto, a plataforma SS-¨6 (atual P-65) em 13/08/1977, no Campo de Enchova
Divulgação/Petrobras
Há 42 anos, a Petrobras produzia o primeiro óleo de Enchova, através do poço 3-EN-1-RJS, dando início à produção comercial na Bacia de Campos.
De acordo com a Companhia, foi necessária a quebra de diversas barreiras tecnológicas como a utilização pioneira de sistemas de produção antecipada em unidades flutuantes e os sucessivos recordes de perfuração em águas profundas.
Nessas quatro décadas, segundo a Companhia, 80 milhões de barris de óleo e gás (boe) foram produzidos por um só poço do campo de Marlim Sul (MLS-42).
Ainda de acordo com a estatal, a marca de mais de 1 bilhão de boe produzidos por campos no local foram fundamentais para atingir uma produção acumulada de 13,6 bilhões de boe na Bacia de Campos.
Veja outras notícias da região no G1 Norte Fluminense.

Fonte: G1 (Noroeste Fluminense)

Origem.