Home / Noroeste Fluminense / Internos colocam fogo em colchões em unidade para menores infratores no RJ

Internos colocam fogo em colchões em unidade para menores infratores no RJ


Eles cobravam da unidade em Campos o cumprimento de decisão do Supremo Tribunal Federal. Caso aconteceu no Centro de Socioeducação Professora Marlene Henrique Alves (Cense)
Ravy Azevedo/Inter TV
Internos fizeram uma tentativa de rebelião na noite desta quarta-feira (12) no Centro de Socioeducação Professora Marlene Henrique Alves (Cense), unidade para menores infratores do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase) em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.
Os jovens cobravam da unidade o cumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e queriam ser liberados imediatamente.
O grupo colocou fogo em colchões e alguns internos inalaram fumaça. Três jovens foram atendidos no Hospital Ferreira Machado (HFM) e liberados. O incêndio dentro da unidade foi controlado.
O Cense tem 180 internos, só que tem capacidade para 96, ou seja, está com 187,5% de lotação. Para atender determinação do STF, a unidade teria que liberar 56 jovens.
No início da semana, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) informou que o critério de liberação dos menores em Campos será o mesmo adotado no Rio de Janeiro.
O sistema vai ser por pontuação, dependendo dos crimes, os jovens somam mais ou menos pontos. Os que têm menos que serão liberados.
O Degase informou no começo da semana que não é possível prever quantos jovens serão liberados, e nem quando, porque o órgão depende das decisões judiciais.
O G1 aguarda um posicionamento do Degase sobre o caso.
Veja outras notícias da região no G1 Norte Fluminense.

Fonte: G1 (Noroeste Fluminense)

Origem.