Home / Noroeste Fluminense / Ventos de até 50 km/h derrubaram árvores em cinco municípios

Ventos de até 50 km/h derrubaram árvores em cinco municípios

Trânsito foi afetado nas RJ-116, RJ-200 e RJ-192. Ventos estavam associados à chegada da frente fria.
(Fotos: Divulgação)
   A frente fria que chegou na noite de segunda-feira (03) provocou chuva, queda de granizo e ventos fortes, que causaram queda de árvores em pelo menos três rodovias. Houve também destelhamento de imóveis e o tombamento de um poste de energia elétrica. Os danos foram registrados em cinco municípios.
   O Corpo de Bombeiros de Itaocara atendeu a três chamados, todos por conta de queda de árvores. Uma delas caiu sobre uma casa no distrito de Porto das Barcas, em Aperibé, e foi removida na manhã desta terça (04). Os bombeiros também removeram outras duas árvores que caíram na RJ-116, no distrito de Valão do Barro, em São Sebastião do Alto, e na RJ-192, no distrito de Cambiasca, em São Fidélis. 
   Ainda em Valão do Barro, segundo a Polícia Rodoviária Estadual, os ventos carregaram uma tenda e a arrastaram para a rede elétrica e derrubaram um poste de energia. Os policiais rodoviários auxilaram os bombeiros na liberação da RJ-116.
   Em Cantagalo, também houve queda de árvore no bairro Triângulo. Os galhos atingiram a rede elétrica e deixaram bairros sem energia por cerca de uma hora. No bairro BNH, alguns imóveis tiveram os telhados danificados.
   A Defesa Civil de Miracema e a Guarda Municipal removeram duas árvores na noite de ontem. Uma delas caiu na Avenida José Maria Negle, por onde passa também o trânsito da RJ-116, entre Pádua e Miracema. A outra árvore caiu na RJ-200, entre a Sede e o distrito de Paraíso do Tobias.
   O trânsito foi normalizado em todas as rodovias horas após o temporal. 
   A estação meteorológica do INMET no distrito de Três Irmãos, em Cambuci, registrou rajadas de vento de até 50 km/h na hora do temporal.
(Imagem: Folha Itaocarense)
Fonte: Folha Itaocarense

Origem.