Home / Noroeste Fluminense / Universidade Rural de Campos, RJ, corre risco de perder sede

Universidade Rural de Campos, RJ, corre risco de perder sede

Área foi doada nos anos 70, mas grupo empresarial quer espaço de volta. UFRRJ de Campos corre riscos de perder sua sede
O campus da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, corre o risco de ficar sem a sua sede. A área foi doada na década de 70 pela antiga Usina São José, mas o grupo que comprou a usina quer retomar o espaço.
Depois de várias decisões judiciais a favor dos empresários, a universidade agora pode ser despejada.
Segundo Jair Felipe, diretor do campus, importantes estudos da instituição estão ameaçados pelo possível despejo do terreno equivalente a 43 campos de futebol, ocupado, em parte, por laboratórios utilizados por pesquisadores do Norte e Noroeste do Rio.
Cerca de 80% da cana-de-açúcar produzida no Estado do Rio é do tipo RB, consideradas mais resistentes às doenças. Em Campos, o plantio dessas espécies foi possível graças aos estudos da UFRRJ.
“A gente busca os materiais que sejam mais resistentes ao nosso ambiente. O nosso ambiente é restritivo. Chove pouco, a produtividade cai. Então estamos selecionando materiais que possam atender essas dificuldades”, explicou o diretor.
Além das pesquisas relacionadas com a cana, são desenvolvidos outros 30 experimentos para melhoria de grãos e sementes, como o estudo de insetos para controle biológico, que é o controle de pragas que devastam plantações, técnica que minimiza o uso de agrotóxicos.
A direção da UFRRJ está negociando com instituições de ensino, autoridades locais e com os próprios donos do terreno um acordo para conseguir manter as pesquisas na região.
O RJ2 procurou o grupo empresarial responsável pelo local, mas não conseguiu respostas.
Veja mais notícias da região no G1 Norte Fluminense.

Fonte: G1 (Noroeste Fluminense)

Origem.