Home / Noroeste Fluminense / Polícia recupera celulares furtados e apreende drogas em Aperibé

Polícia recupera celulares furtados e apreende drogas em Aperibé

Suspeito de ter furtado residência no Centro foi preso na Ponte Seca. Outros dois suspeitos foram presos com drogas.
(Foto: Divulgação)
   O furto de uma residência no Centro de Aperibé levou a Polícia Militar a recuperar os celulares furtados com o suspeito de ter invadido a residência e apreender drogas na casa de outros dois suspeitos, que teriam trocado os celulares furtados. As prisões ocorreram na manhã deste sábado (18), na Ponte Seca.
   Segundo informações da Polícia, agentes do 36º Batalhão da PM patrulhavam pela Rua Cidônio Bairral, no Centro, quando foram informados que uma residência havia sido furtada. Vizinhos viram um homem, trajando jaqueta vermelha, deixando o imóvel. O morador havia dado falta de dois celulares, folhas de cheque e R$ 100,00 em dinheiro.
   Diante das informações fornecidas pelos vizinhos, os policiais conseguiram chegar ao suspeito. “S. da C.”, residente no bairro Ponte Seca, foi abordado próximo ao conjunto habitacional e confessou que havia furtado a residência, trocado os aparelhos celulares por outros modelos. O suspeito também informou com quem teria trocado os aparelhos e deixado um sacolé de cocaína como garantia de parte do valor.
   Os PMs seguiram até a residência do casal que teria aceitado trocar os aparelhos e encontraram, além dos referidos celulares, as oito folhas de cheques que também haviam sido furtadas e a jaqueta vermelha usada por “S. da C.” na hora do furto. Também foram encontrados e apreendidos materiais para endolação e uma pequena quantidade de maconha e cocaína.
   O casal, sendo ele identificado como “W.M. da S.” e ela como “L. da S.P.”, foi detido e encaminhado junto com o suspeito do furto para a 135ª Delegacia Legal de Itaocara. “S. da C.” foi autuado por furto, mas cabe o pagamento de fiança. Já o casal foi autuado por receptação e tráfico de drogas, ficando preso e à disposição da Justiça.
Fonte: Folha Itaocarense

Origem.