Home / Região dos Lagos / Cardume de peixes mortos surge em lagoa e desanima pescador: ‘morreu o pouco que tinha’

Cardume de peixes mortos surge em lagoa e desanima pescador: ‘morreu o pouco que tinha’


Flagrante foi feito por Pablo Santos em São Pedro da Aldeia, RJ. Ele diz que não consegue pescar há cinco meses. Pescador mostra a grande quantidade de peixes que apareceram mortos
Um cardume de peixes mortos foi encontrado na Praia do Sol, que faz parte da Lagoa de Araruama, em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio, no sábado (13).
O flagrante foi feito pelo pescador Pablo Santos no local conhecido pelos moradores como Praia da Vala.
“Tem cinco meses que a gente não pesca nada. A lagoa está praticamente morta. O pouco que tinha acabou de morrer neste final de semana. O pescador está passando necessidade”, lamenta Pablo.
O problema não é novo. Em fevereiro deste ano, pescadores flagraram uma cena parecida. Centenas de peixes morreram agonizando na beira da Lagoa de Araruama.
Em nota, a Prolagos, concessionária responsável pelo saneamento e abastecimento de água na região, informou que equipes coletaram amostras da água e dos peixes.
O material, de acordo com a concessionária, foi encaminhado para análises e os resultados serão correlacionados a fatores, como temperatura, salinidade e índice pluviométrico.
O G1 também entrou em contato com a Prefeitura de São Pedro da Aldeia e aguarda um posicionamento.
Animais estavam na margem da Praia do Sol, em São Pedro
Pablo Santos/ Arquivo Pessoal
Cena se repete
Em fevereiro, os pescadores avistaram camarões, tainhas, carapebas e carapicus aglomerados nos trechos das praias da Pitória, Sudoeste e Centro.
Em 2018, uma grande quantidade de peixes também foi encontrada morta na Lagoa de Araruama, próximo ao aeroporto de Cabo Frio.
Veja outras notícias da região no G1 Região dos Lagos.

Fonte: G1 (Região dos Lagos)

Origem.