Home / Região dos Lagos / Brasil repudia ataque a mísseis contra Israel

Brasil repudia ataque a mísseis contra Israel

© Fernando
Frazão O então presidente eleito Jair Bolsonaro
 e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin
Netanyahu, visitam
a sinagoga
Kehilat Yaacov, em Copacabana, no Rio de Janeiro

O Ministério
das Relações Exteriores repudiou em nota nesta 5ª feira (14.mar.2019) a
tentativa de ataque militar contra Israel. Mais cedo, as Forças Armadas
israelenses confirmaram que 2 foguetes foram lançados contra a cidade de Tel
Aviv, ambos oriundos da Faixa de Gaza, na Palestina.
Um dos mísseis
foi interceptado por uma bateria anti-aérea israelense e o outro caiu em uma
área despovoada. Não há registro de feridos ou danos materiais.
“Nada pode
justificar o disparo indiscriminado de foguetes contra centros urbanos, em
ataques que têm como alvo a população civil. O governo brasileiro destaca a
eficácia do sistema ‘Iron Dome’ de Israel, que interceptou 1 dos projéteis (o
outro caiu em área despovoada), e insta os grupos que controlam a Faixa de Gaza
a colocarem fim aos ataques”
, diz a nota.
De acordo com a
imprensa local, foi o 1º ataque militar de palestinos contra Israel desde 2014,
quando israelenses lançaram bombardeios contra a Faixa de Gaza, na tentativa de
atingir integrantes do grupo Hamas. Os disparos resultaram na morte de centenas
de pessoas.
O ataque desta
5ª feira veio a 3 semanas das eleições gerais em Israel. O primeiro-ministro
israelense, Benjamin Netanyahu, que também detém o cargo de ministro da Defesa
do país, convocou uma reunião de emergência para discutir o ataque.
Eis a íntegra
da nota do Ministério das Relações Exteriores:
“O governo
brasileiro condena, nos termos mais veementes, o lançamento de mísseis desde a
Faixa de Gaza contra a região central de Israel, onde se localiza a cidade de
Tel Aviv.
Nada pode
justificar o disparo indiscriminado de foguetes contra centros urbanos, em
ataques que têm como alvo a população civil.
O governo
brasileiro destaca a eficácia do sistema ‘Iron Dome’ de Israel, que interceptou
1 dos projéteis (o outro caiu em área despovoada), e insta os grupos que
controlam a Faixa de Gaza a colocarem fim aos ataques”
(com
informações da Agência Brasil)
Poder360

Fonte: Rio das Ostras Jornal

Origem.