Home / Região dos Lagos / 11 feridos continuam internados após atentado em escola de Suzano

11 feridos continuam internados após atentado em escola de Suzano

 ©
Reprodução A Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP)

Onze
feridos em ataque a tiros na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano
(SP), nesta 4ª feira (13.mar.2019), continuam internados em hospitais.
Sete pessoas estão em hospitais estaduais, duas em unidades de saúde municipais
de Suzano e outras duas em particular.
Dois alunos
atingidos estão internados no hospital particular Santa Maria de Suzano.
Segundo a unidade de saúde, 1 deles, ferido por arma branca, recebe atendimento
pós-cirúrgico e está em estado grave, mas em evolução positiva. O outro foi
ferido por arma de fogo e está estável.
De acordo com a
prefeitura de Suzano, 1 outro ferido está internado na Santa Casa de Suzano e
uma 2ª pessoa está no pronto-socorro da cidade.
A Secretaria de
Saúde do Estado informou que o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, em
Mogi das Cruzes, está atendendo 2 dos feridos. Um deles está em estado grave,
mas estável, e passa por avaliação médica.
Um paciente
procurou o hospital junto à sua família com uma fratura no tornozelo e vai
passar por procedimento cirúrgico, segundo a secretaria.
O hospital
Luzia de Pinho Melo chegou a receber mais uma pessoa, que não resistiu aos
ferimentos e morreu.
Ainda segundo a
secretaria, o HC-USP (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da
Universidade de São Paulo), na capital paulista, atende no momento 4 feridos. O
HC-USP recebeu uma 5ª pessoa ferida no atentado, que acabou morrendo.
A Secretaria de
Estado da Saúde de São Paulo informou ainda que uma paciente está sendo
atendida pelo Hospital Geral de Itaquaquecetuba, com quadro clínico estável,
informou a secretaria estadual de saúde. Também informou que foram enviados 2
psiquiatras e 1 psicólogo para dar apoio no atendimento às famílias e demais
envolvidos na ocorrência. Eles atuarão em conjunto com a equipe do Caps (Centro
de Atenção Psicossocial) de Suzano.
Eis a lista com
o nome dos feridos:
  • Adna Isabella Bezerra de Paula, 16 anos;
  • Anderson Carrilho de Brito, 15 anos;
  • Beatriz Gonçalves Fernandes, 15 anos;
  • Guilherme Ramos do Amaral, 14 anos;
  • Jenifer da Silva Cavalcante;
  • José Vitor Ramos Lemos;
  • Leonardo Martinez Santos;
  • Leonardo Vinícius Santa Rosa, 20 anos;
  • Letícia de Melo Nunes;
  • Murillo Gomes Louro Benites, 15 anos;
  • Samuel Silva Félix;
VÍTIMAS NO
ATENTADO
O secretário de
Segurança Pública de São Paulo, João Camilo Pires de Campos, divulgou na tarde
desta 4ª feira (13.mar.2019) o nome das 8 vítimas, assim como dos 2 jovens responsáveis
pelo ataque.
Os assassinos
são Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Henrique de Castro, de 25 anos.
Ambos morreram. Guilherme matou o comparsa e depois se matou.
A 1ª pessoa a
ser morta foi Jorge Antônio Moraes, dono de uma locadora de carros perto da
escola. Ele seria tio de Guilherme Taucci.
Segundo Campos,
no atentado à escola foram mortos 5 alunos, de 15 a 17 anos, estudantes de
ensino médio:
  • Pablo Henrique Rodrigues;
  • Cleiton Antonio Ribeiro;
  • Caio Oliveira;
  • Samuel Meoquíades Silva de Oliveira;
  • Douglas Murilo Selestino.
Além dos
estudantes, foram assassinadas Marilena Vieira Umezo e Eliana Regina de
Oliveira Xavier, funcionárias da escola.
 Poder360

Fonte: Rio das Ostras Jornal

Origem.