Home / Noroeste Fluminense / Federal procurou Battisti nas embaixadas de Bolívia e Venezuela

Federal procurou Battisti nas embaixadas de Bolívia e Venezuela

A Polícia Federal procurou o italiano Cesare Battisti nas embaixadas de Bolívia e Venezuela, após ele ter fugido de sua casa em Cananéia (SP) por conta da decisão do ex-presidente Michel Temer de extraditá-lo.

A informação é do jornal O Estado de S. Paulo, que diz que a PF questionou as duas representações diplomáticas se elas estariam dando abrigo a Battisti. Ambas negaram. Ainda de acordo com o diário, os investigadores também apuram uma informação de que o italiano estaria na Amazônia.

O objetivo da PF, segundo o Estadão, é não falar publicamente sobre o assunto e passar a sensação de que o italiano não está sendo procurado, o que poderia levá-lo a “cometer falhas”. A Polícia Federal também já cogitou que ele tenha fugido do país.

Temer decretou a extradição de Battisti em dezembro passado, após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux autorizá-lo a rever o asilo concedido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O italiano foi condenado em seu país de origem à prisão perpétua por quatro assassinatos cometidos na década de 1970 e envolvimento com o terrorismo. (ANSA)

Fonte: Folha de Italva

Origem.