Home / Noroeste Fluminense / Nossa despedida!!!!!!!!!!!!

Nossa despedida!!!!!!!!!!!!

O blog começou a ser usado em 05.08.2010, antes não usávamos muito essa ferramenta chamada Internet eu era meio burrinha no assunto, me lembro em certa ocasião em que um deputado me pediu meu e-mail e eu nem sábia o que era.  Vergonhoso?  Não. Eu só fazia minhas matérias e corria para redação e levar para gráfica e ter o prazer de ver aquela matéria feita por mim, cada foto, cada entrevista, os colunistas eram ótimos, as vendas era uma adrenalina gostosa ,diferente de você sentar a frente de um computador e ter tudo mastigado, pronto e só postar, eu corria atrás da noticia e do dinheiro era muito bom, isso a longos anos atrás. O jornalismo de rua, de contato com o povo é o que me dava prazer, mas os tempos mudam e as adrenalinas também.
Tem orgulho dos Jornais Impressos que ainda batalham para ficar de pé, pois até trabalhar com órgãos públicos se tornou complicado com a criação de agencias de publicidades se o cara não for com a sua cara você recebe por uma publicação de informativo , caso contrário tem que ficar se humilhando, implorando por um anuncio e tudo com aval de prefeitos, essa historia de não saber não cola é mentira os prefeitos sabem sim de tudo, por isso colocam esses paus mandatos para falar por eles.
Eu não nasci para ficar me humilhando para demonstrar o meu profissionalismo, não preciso ficar implorando trabalho, pois com saúde temos imensas possibilidades de correr atrás e criar novos rumos, novas historias.
O que pretendo fazer fechando definidamente o JORNAL SEM LIMITES, amo o que faço, mas tenho que me amar em primeiro lugar , pois o meu trabalho não tem o entendimento de muitos, que acompanham nas redes sociais, onde ocorrem ofensas, difamações mentirosas e todos conhecem a MÁRCIA FURACÃO não leva desaforos para casa, como já dize não sou aquela jornalista de classe, sou jornalista do povo, de falar sem mascaras, sem frescuras, ninguém é obrigado a apreciar o meu trabalho, mas respeitar SIM!
Então já venho querendo fechar definidamente o jornal há tempos, como fechei o impresso há 3 anos atrás, mas bateu a saudade de escrever e  retornei a postar umas matérias, vender mensagens de Natal, Dia Das Mães e fui seguindo até a data de hoje. Mas algumas vendas se perderam no caminho devido a uma boa administração.
O jornal precisava de um bom administrador, que  leva-se a serio  a importância desse nome, dessa empresa, quantas lutas tive, quantas vezes nas ruas no sol, na chuva, entregando o jornal em todo noroeste fluminense, até hoje ao chegar em alguns município as pessoas falam “olha aquela moça do jornal”. Muito bom sermos reconhecidos pelo nosso esforço, entrega ,trabalho.
Mas sempre conversei com a equipe do jornal sem organização, entrega, responsabilidade, administração leva qualquer empresa o fracasso e dividas são eminentes para levar a falência. E o administrador faz a diferença ele tem como trabalho conduzir um negócio da maneira mais competente possível.  Ele é o comandante de um barco que, muitas vezes, passa por águas turbulentas correndo o risco de ficar à deriva. Para que  empresas  não tenha o mesmo final do filme Titanic, o ideal é contar com um administrador profissional, que saiba ler os mapas em direção ao sucesso do negócio, como o Jornal nunca teve um administrador  foi um grande erro, pois ficava tudo sobre minha responsabilidade, cobranças de vendas feitas por vendedores, erros  de gramáticas não corrigido por diagramadores após de diversas correções feita pelo editor que no caso também era eu, resumindo fiquei com grandes responsabilidades e isso levou a acomodação dos sócios. Fácil só um se preocupar com as dividas enquanto o outro por não ter controle do dinheiro gastar sem prestar contas ou até deixar comunicar o recebimento de muitos anúncios, levando ao jornal o constrangimento de cobrar o anuncio já ter sido quitado a muito tempo por algum vendedor. Então essa falta de cumplicidade, respeito , honestidade com a empresa SEM LIMITES, me leva a tomar essa decisão, pois com o dinheiro que investi neste sonho dava para viajar pelo mundo e ainda realizar meu sonho de ter uma casa no campo, na praia, mas como nunca é tarde, vou recomeçar, novos sonhos, novas metas, para 2019. Não que me arrependa de tudo que vivi, quantas coberturas de festas, eventos, Igrejas, doações, eleições, tantas coisas realizadas através do meu sonho de ter um jornal só meu, para escrever e falar tudo que eu queria sem amarras, prisões de políticos safados, pilantras e exploradores das necessidades humanas. Fui muito feliz com o jornal Sem Limites.
Espero contar com compreensão de todos, mas são 25 anos dedicados as noticiais, agora eu quero ser a noticia, rsss
Cuidar da minha vida e seguir em frente conforme a vontade de Deus.
Lógico nunca vai deixar de opinar, falar como cidadão tem minha pagina de Jornalista quando for necessário, algo muito grave, alguma prisão de políticos, posto lá pode deixar gente, nunca vou deixar de ser Jornalista, mas vou deixar de ser proprietária e dona do Jornal Sem Limites que amo, foi minha vida por 17 anos, mas não posso mais colocar o meu financeiro nesse sonho, já perdi muito financeiramente por um sonho que não teve parceiros para construir essa historia e sim só para usurpar em interesses próprios, quando você se apropria de bens de uma empresa, você não respeita a destrói.
Um grande exemplo foi uma multa de 12 mil reais que tive que pagar, pois meu nome que ficou sujo devido aos diagramadores do jornal não fazer a correção de erros e colocar o que era obrigatório foi divulgado amplamente  no TJR e ficava  no quadro de avisos do jornal, colocar o valor e CGC do candidato, valores do santinho , em 12 candidatos não foi feito isso, conclusão multa para o jornal e candidatos. Nada ocorreu com os diagramadores que deveriam  também ter sido responsabilizados pelo o erro, afinal pagamos para ter a correção feita, e foi falta de atenção trouxe na época grande prejuízo a minha pessoa, fui ate insultada por um vereador, como se eu tivesse agido de má fé e não foi.
E ainda tenho dividas com receita a qual será paga com o meu dinheiro, pois as vendas do jornal ….. Cansei de manter um sonho caro e que a única que paga para ficar de pé sou eu.
Então devido a mais erros que acertos ao qual me levou ao cansaço mental e financeiro, hoje fecho com muito orgulho definitivamente o JORNAL SEM LIMNITES.
Sou grata a todos os Clientes, amigos, parceiros, seguidores, colunistas, funcionários, que fizeram parte nesta caminhada de tantas historias algumas alegres outras tristes, matérias que ficaram marcadas na minha historia de vida e de muitos que fizeram parte dela.
A tristeza já bate forte do meu coração, e as lagrimas vem aos meus olhos, mas tenho que partir para um novo futuro, uma nova vida, pois uma andorinha não verão seria necessário muitas andorinhas para voar junto com o jornal, pois nenhuma empresa se sustenta, sem possuir um bom administrador, é crucial para que o negócio tenha as melhores oportunidades e seja administrado com competência.
Como diz o ditado quem não tem competência não se estabeleci e minha competência é de ser jornalista e não administradora.
Um grande beijo no coração de vocês e um conselho não fiquem sonhando, vão a luta, corram atrás, quando sonhamos muito o tempo passa e não realizamos nada.
Deixe de sonhar e vá batalhar a realidade, o hoje, o agora, só assim você alcançara   realmente os planos para sua videai se torna sonhos realizados.
Confiram a retrospectiva desde  2010,não temos nada antes essa data digitalizado, porque perdemos tempo e nunca tivemos a ideia de postar as matéria desde a abertura do jornal em 2001,começamos a usar a internet com alguns anos de atraso, mas um erro  cometido, mas recuperamos com muitas excelentes matérias no decorrer desses 8 anos de internet, curtam e guardem um pouco do nosso trabalho por 17 anos como uma imprensa livre e liberatória de amarras e correntes da verdade.
Feliz 2019 e sejam criativos com a vida!
Um grande abraço do Furacão Márcia Mendes e Presidente do Jornal Sem Limites.
Agradeço ao meu filho Marcius Michael N. Mendes e sócio pois sua contribuição para com o jornal também fez a diferença.
Bom se tiver algum erro de português me desculpem a emoção aqui escreve mais rápido.
Amo todos vocês!

Fonte: Sem Limites Jornal Inovador

Origem.