Home / Região dos Lagos / GMs e PMs de Rio das Ostras recebem capacitação da Polícia Rodoviária Federal para atuar no trânsito

GMs e PMs de Rio das Ostras recebem capacitação da Polícia Rodoviária Federal para atuar no trânsito

De acordo com o Estatuto Geral das Guardas Municipais na Lei 13022/14,
 os GMS têm poder de polícia. Foto Allexandre Costa

Cerca de setenta
Guardas Municipais e quinze policiais militares participaram de um curso de
atualização sobre as leis de trânsito. Palestrado por agentes da Polícia
Rodoviária Federal (PRF), o curso aconteceu nesta terça-feira, dia 04, no
auditório da Escola Municipal Maria Teixeira de Paula, no Jardim Campomar.
Entre os temas
abordados estão: medidas administrativas, atribuições do agente de trânsito,
categorias das habilitações dentre outros assuntos relacionados ao Código de
Trânsito Brasileiro.
“Estamos nos
atualizando com o curso dado pela PRF com o objetivo de entendermos melhor as
infrações de trânsito, as medidas administrativas e as penalidades previstas no
Código. Assim poderemos atender com excelência a população” esclareceu o
Inspetor Geral da Guarda Municipal, Silva.
De acordo com o
Estatuto Geral das Guardas Municipais na Lei 13022/14, os GMS têm poder de
polícia.
Nataly
Lemos, diretora de Desenvolvimento de Projetos e
Convênios
da Guarda Civil, ressalta importância de atuação
dos GMs Foto:
Allexandre Costa
De acordo com a
Diretora de Desenvolvimento de Projetos e Convênios da Guarda Civil, Nataly
Lemos, a população sentirá a diferença de atuação do Guardas Municipais e terá
mais segurança no trânsito “ A comunidade de Rio das Ostras observará a melhora
na atuação dos agentes de fiscalização de trânsito. Iremos otimizar o trabalho
da Guarda civil junto a população trazendo melhores condições e organização no
trânsito. Além de agentes de segurança pública, somos agentes de fiscalização
de trânsito e o objetivo com a capacitação é trazer melhorias no atendimento ao
público e na fiscalização de trânsito”, contou.
“ A importância
da Guarda Municipal está no mesmo patamar de importância da Polícia Rodoviária
Federal, no nosso trânsito morre quarenta mil pessoas todos os anos e outras
cento e cinquenta mil ficam com sequelas permanentes. Então enfrentamos uma
luta constante para reduzir esses números. O objetivo desse trabalho com os
GM’s é tentar ter o primeiro combate, tentar ter a primeira luta de
conscientização dos motoristas dentro da cidade. Assim, o condutor chegará na
rodovia mais consciente e disciplinado. Consequentemente esse condutor
oferecerá menos riscos no trânsito”, ressalta o Policial Rodoviário Federal,
Francisco de Paulo.

Fonte: Rio das Ostras Jornal

Origem.