Home / Região dos Lagos / PROCON realiza operação “Consumação Livre” nos quiosques das Praias de Rio das Ostras

PROCON realiza operação “Consumação Livre” nos quiosques das Praias de Rio das Ostras

A fiscalização verificou a qualidade dos produtos oferecidos
aos consumidores. Fotos: Divulgação / Arte ROJORNAL

 Permissionários foram atuados, locais interditados, produtos vencidos
e insalubres foram descartados, além da higiene e consumação mínima também foi verificado
pelos agentes

Motivado por diversas denúncias e por determinação do Procurador Geral
do Município, o PROCON, em conjunto com a Guarda Municipal, deflagrou, neste
final de semana, a operação “Consumação Livre” em todos os quiosques de
Rio das Ostras.
A fiscalização verificará a qualidade dos produtos oferecidos aos
consumidores, documentação essencial para funcionamento, cobrança indevida de
consumação mínima para permanência nas mesas e barracas disponibilizadas,
exigência de valor mínimo para compras com cartão de crédito/débito etc.
Também serão verificados os estados de higiene e conservação dos
equipamentos, das cozinhas e dos banheiros dos quiosques. 
O primeiro quiosque fiscalizado (Lagoa do Iriri) já apresentou
 inúmeras irregularidades. Fotos: Divulgação / Arte ROJORNAL
A fiscalização atenderá a um clamor da população riostrense e turistas
que utilizam dos serviços dos quiosques nas praias do município e que são
coagidos diariamente a consumir valores excessivos para utilizar uma mesa ou
guarda sol, além do péssimo estado de limpeza dos banheiros.
“A cobrança de consumação mínima é uma prática ilegal e será
severamente punida, comentou Renato Vasconcellos, Procurador Geral do
Município.
“O primeiro quiosque fiscalizado (Lagoa do Iriri) já apresentou
inúmeras irregularidades acerca da qualidade dos produtos vendidos e seu
acondicionamento e, infelizmente, teve que ser interditado, registrou Dr.
Pedro, Coordenador do PROCON.

“Além da operação hoje deflagrada, o PROCON voltará nos quiosques
durante todo verão a fim de verificar se os estabelecimentos estão cumprindo
com as determinações. Os responsáveis pelos quiosques que não se adequarem
serão duramente punidos e o estabelecimento poderá, inclusive, ser interditado,
finalizou Dr. Renato Vasconcellos.

Fonte: Rio das Ostras Jornal

Origem.