Home / Região dos Lagos / ‘Foram mais de 30 tiros’, diz testemunha de tentativa de assalto que terminou com PM morto em Barra Mansa

‘Foram mais de 30 tiros’, diz testemunha de tentativa de assalto que terminou com PM morto em Barra Mansa

Cabo da PM,
Eleonardo Silva, foi morto durante uma tentativa
de assalto a
um posto de gasolina no bairro Vila Delgado,
em Barra
Mansa (Foto: Divulgação/Redes sociais)
‘Ouvi uns
estalos. Aí, começou um tiroteio de mais de dois minutos… na hora a gente
ficou desesperado’, descreveu. Durante o crime, o cabo Eleonardo Silva, de 31
anos, foi morto.
“Foram mais de
30 tiros”. É o que descreve uma testemunha da tentativa de assalto a um posto
de combustíveis que terminou com a morte de um policial militar na noite de
domingo (12) em Barra Mansa, no Sul do Rio de Janeiro.
“Eu estava em
casa, aí começou uma movimentação estranha no bairro. A gente começou a olhar
pela janela. Ouvi uns estalos. Aí, começou um tiroteio de mais de dois minutos,
foram mais de 30 tiros. Quando olhamos novamente, o policial estava baleado. Na
hora a gente ficou desesperado”, contou.
Segundo a
Polícia Militar (PM), o cabo Eleonardo Silva, de 31 anos, tentou reagir ao
assalto e acabou sendo atingido por dois tiros: um na cabeça e um na perna. Ele
chegou a ser socorrido e levado para a Santa Casa de Barra Mansa, mas não
resistiu aos ferimentos. O crime aconteceu no bairro Vila Delgado.
Ainda segundo a
PM, os criminosos fugiram em um carro roubado para a cidade vizinha Volta
Redonda e levaram a arma do policial. Eleonardo é o 119° policial assassinado
no estado do Rio de Janeiro só este ano.
O corpo do
policial será enterrado às 16h30 desta segunda-feira (13), no Cemitério
Municipal de Barra Mansa.

Por G1 Sul
do Rio e Costa Verde

Fonte: Rio das Ostras Jornal

Origem.